Florence Welch – Not Fade Away

Posted by on 06 Feb 2014 at 20:09 in Música

Eu adoro, amo a Florence Welch. A voz dela é mágica, suas músicas são viciantes.Tive a sorte de ver Florence + the Machine ao vivo duas vezes e, no meu mundo ideal, eu veria um show dela ao vivo uma vez por mês.

Eu achei o link para esse vídeo no Pinterest e já ví umas 10 vezes. O nome é: Florence Welch em “Not Fade Away” por Tabitha Denholm e essa música é um cover do Buddy Holly. Enjoy!

 

Anti-herói Americano

Posted by on 04 Feb 2014 at 19:11 in Cinema

American Splendor

Anti-herói Americano de Shari Springer Berman & Robert Pulcini

Quem diz que americanos não sabem fazer bom cinema é pq não conhecem o cinema independente deles. American Splendor, título original e também dos quadrinhos de Pekar, é um excelente exemplo de criatividade. É um mix de ficção e documentário, adicionando ainda um pouco de quadrinhos. O filme conta um pouco da história de Harvey Pekar, um típico loser americano que decide transformar sua rotina em quadrinhos. Os atores estão perfeitos, principalmente pq temos em cena também o verdadeiro Pekar e os outros personagens. O filme é sarcástico e irônico assim como o humor de Pekar.

Lena Dunham por Annie Leibovitz para Vogue

Posted by on 18 Jan 2014 at 13:08 in Fotografia, Pessoas

Lena Dunham and Adam Driver by Annie Leibovitz

Lena é demais

Todo mundo conhece (ou deveria conhecer) a Lena e seu trabalho fantástico. Ela extremamente talentosa como escritora, atriz e diretora. Caso você tenha perdido, faça o favor, e assista a série da HBO Girls. A Lena infelizmente tem sido alvo de pessoas ignorantes e trolls da internet. Eu acho demais vê-la na capa da Vogue, um lugar no qual não vemos garotas talentosas como a Lena com frequencia. Tenho certeza que a Vogue não está mudando sua estratégia mas eu gostaria de ver mais meninas como a Lena representadas na mídia.

Pela lente da Leibovitz

A fótografa por trás das images é a Annie Leibovitz, uma das minhas fótografas preferidas, como já mencionei algumas vezes. As fotos estão lindas e a Lena pode ser vista em vários pontos de Nova York, o que tornou esse editorial ainda mais atraente para mim.

Quer ver o resto das fotos?

Você pode ver o resto do editorial no meu Pinterest ou no site da Vogue.com

Jessica Chastain como Merida

Posted by on 11 Jan 2014 at 21:20 in Fotografia

Jessica Chastain as Princess Merida in Latest Disney Dream Portrait by Annie Leibovitz for Walt Disney Parks & Resorts

Jessica Chaistain é, na minha opinião, uma das atrizes mais talentosas e bonitas. Annie Leibovitz tem minha admiração por muitis anos. A colaboração entre as duas já gerou images fantásticas. Annie retorna a série fotográfica Disney Dream Portraits e escalou a bela ruiva como Merida do filme Brave e o resultado, como você pode ver, ficou fantástico. A imagem será usada numa nova campanha publicitária chamada Where Your Destiny Awaits.

Melhores CD’s de 2009

Posted by on 31 Dec 2009 at 19:35 in Listas, Música
Eu não vou listar os melhores CD’s que foram lançados em 2009 mas os CD’s que fizeram a diferença no meu 2009. So, here we go.

Bat For Lashes – Two Suns

Bastou escutar uma vez a voz da Natasha Khan que eu me rendi. A voz, as melodias, arranjos, letras… tudo se encaixa perfeitamente. Ao vivo a moça manda muito bem e eu me emociono cada vez que escuto suas músicas. Bat For Lashes me lembra os bons tempos da Tori Amos. Músicas preferidas: Moon & Moon, Daniel, Siren Song e The Big Sleep.

Fleet Foxes – Fleet Foxes

Eu cresci ouvindo Neil Young e Cat Stevens. Numa conversa sobre esses mestres meu amigo sugeriu que eu escutasse Fleet Foxes. O arranjo das vozes foi a primeira coisa que me chamou atenção e eu escutei o CD umas 20 vezes seguidas. Gostei tanto que eu consegui comprar ingresso pro show esgotado e tive a oportunidade de admirar o talento desses caras ao vivo. Músicas preferidas: White Winter Hymnal, Your Protector, MeadowlarksHe Doesn’t Know Why.

 

Metric – Fantasies

Eu nunca tinha dado muito atenção ao Metric, só tinha ouvidos para o trabalho solo da Emily Haines… até vê-los ao vivo. A banda é demais, tem uma energia contagiante. Sala esgotada, todo mundo pulando, batendo palma e cantando junto (isso é raro aqui na Holanda). Beating like a hammer… beating like a hammer… entrou na minha cabeça e ficou lá. Emily Haines se inspirou em Buenos Aires e o Fantasies é um CD maravilhoso. Músicas preferidas: Help, I’m Alive, Satellite Mind, Gimme Sympathy e Blindness.

Mew – No More Stories Are Told Today So

Eu gosto de todos os CD’s do Mew e tenho que admitir que esse, até agora, é o mais fraquinho. Mas mesmo sendo o mais fraquinho, continua sendo um ótimo trabalho de uma excelente banda. Ao vivo os caras são ainda melhores e o show deles foi o melhor do ano. Um som fantástico e vídeos mágicos fazem a performance dos caras ser inesquecível. Músicas preferidas: Hawaii, Silas the Magic Car e Reprise.

Pete Yorn & Scarlett Johansson – Break Up

Esse CD é um delícia de escutar. Todo mundo adora falar mal da Scarlett mas eu adoro a moça e seu trabalho nesse CD é bem legal, sem contar que com o Pete Yorn não tinha como dar errado. Músicas preferidas: Relator, Blackie’s Dead, I Am The Cosmos e Shampoo.

 

Bon Iver – For Emma, Forever Ago

Eu relutei um pouco pra escutar Bon Iver, não foi amei logo de cara… mas depois de um tempo me acostumei com a voz aguda e me rendi. Esse foi o show que faltou em 2009. Músicas preferidas: Blindsided, For Emma, Re:Stacks e Creature Fear.

 
Anneke van Giersbergen & Danny Cavanagh – In Parallel

Esse CD é o registro de uma noite mágica na qual dois artistas que eu admiro subiram ao palco juntos. Sem contar que, como já mencionei antes, 5 das 6 fotos do CD são de minha autoria. Músicas preferidas: Teardrop (Massive Attack Cover), Jolene (Dolly Parton cover), Songbird e Big Love (ambas covers do Fleetwood Mac). Sem contar One Last Goodbye, cantada pelo Danny.

 
Florence + the Machine – Lungs

Já havia escutado sem prestar muita atenção mas como meu querido Kinho botou esse CD como número 1 em sua lista, eu resolvi dar uma nova chance. Bom… tem 3 dias que eu escuto Florence + the Machine direto. Tô triste que os ingressos para o show já estão esgotados. As vezes a voz da Florence me lembra a Natalie Merchant e o som é parecido com Bat For Lashes. Fico feliz em ver duas mulheres tão talentosas fazendo sucesso. Florence e Natasha provam que ainda há vida inteligente na música e que não é preciso ser loira e sacudir com a bunda pra fazer sucesso. Músicas preferidas: Cosmic Love, Drumming, Between Two Lungs e Girl With One Eye.

Others

Corrupted do Depeche Mode ficou no repeat depois daquele clip com imagens de True Blood. Alias, outra música de True Blood que não saiu da minha cabeça foi Bad Things do Jace Everett. Mika também bombou com seu pop e até a Lady GaGa conseguiu minha simpatia com Bad Romance (continuo odiando seus fãs). Michael Jackson se foi mas deixou muitas músicas como Smooth Criminal, Beat It  e Thriller. Agua de Annique lançou um CD fraquinho mas Adore, Wonder e Home Again o fazem valer a pena. E Mykonos do Fleet Foxes, a música que eu mais escutei em 2009.
  

Mulher Póstuma

Posted by on 26 Aug 2008 at 15:03 in Arte, Pessoas

Se Nietzsche é o homem póstumo, Lou Salomé é, com certeza, a mulher póstuma. Amiga, aluna, amante, musa e inspiradora de vários gênios de sua época, entre eles Nietzsche, Paul Rée, Rilke, Wagner e Freud. Escreveu livros, poemas e dedicou-se à psicanálise. Alias foi a quem Freud confiou o tratamento de sua filha. Ponho aqui um dos poemas de Lou que Nietzsche musicou: Hino à Vida

Claro, como se ama um amigo
Eu te amo, vida enigmática
Que me tenhas feito exultar ou chorar,
Que me tenhas trazido felicidade ou sofrimento,
Amo-te com toda a tua crueldade,
E se deves me aniquilar,
Eu me arrancarei de teus braços
Como alguém se arranca do seio de um amigo.
Com todas as minhas forças te aperto!
Que tuas chamas me devorem,
No fogo do combate, permite-me
Sondar mais longe teu mistério.
Ser, pensar durante milênios!
Encerra-me em teus dois braços:
Se não tens mais alegria a me ofertar
Pois bem – restam-te teus tormentos.

O Senhor dos Anéis

Posted by on 04 Mar 2004 at 04:37 in Cinema

Aragorn's Coronation by Anke Eissmann

Pérola que escutei outro dia na fila do banco: “Fotografia, edição, direção… isso a gente não iria ganhar nunca. Mas roteiro adaptado tinha que ter ganho. Cidade de Deus é história real, aconteceu mesmo. Não aquela merda de Senhor dos Anéis, que é tudo de mentira”.

Roteiro adaptado não é questão de ser baseado numa história verídica ou não, e sim a qualidade que é feita a adaptação. E eu acho que Senhor dos Anéis: O Retorno do Rei mereceu todos os prêmios.

Boromir's Funeral by Anke Eissmann

Eu terminei de ler tem + ou – mês. O livro é fantástico e muito mais rico que o filme (como quase todas as adaptações feitas para o cinema). Contém muito mais personagens e complexidades. É emocionante, empolgante e triste. É um outro mundo e uma vez que você mergulha pra dentro desse mundo não quer mais voltar.

Éowyn and Faramir by Anke Eissmann

Peter Jackson fez um excelente trabalho e está de parabéns. Claro que tem várias coisas fizeram falta nos filmes… um exemplo é a história entre Éowyn e Faramir (que é um dos melhores personagens do livro e foi mal aproveitado no filme). Enfim… como eu não quero me despedir tão cedo do universo de Tolkien estou lendo agora o Silmarillion.

todas ilustrações por Anke Eissmann